Selo Seleção Qualidade de Carne

Mais do que atestar a excelência da carne entregue aos consumidores, a Associação Brasileira de Angus chancela a qualidade dos animais que dão origem aos produtos através do Selo Seleção Qualidade de Carne. Lançado oficialmente em novembro de 2020, o projeto reconhece machos e fêmeas da raça Angus com melhor equilíbrio em dados genéticos de carcaça. Um indicativo que auxilia os produtores a entregarem carcaças com qualidade e padronização à indústria e, consequentemente, produtos Premium com ainda mais marmoreio, sabor e suculência aos consumidores.

Para estampar o selo no registro genealógico de seus animais, as propriedades devem integrar o Programa de Melhoramento dos Bovinos de Carne (Promebo) e realizar avaliação de carcaça por ultrassonografia. A Associação seleciona por meio da análise de dados genéticos os animais que estejam no grupo dos 20% melhores para Índice Bioeconômico de Carcaça (IBC) e para Percentagem de Gordura Intramuscular (marmoreio), além de terem DEPs positivas para Área de Olho de Lombo (AOL), Espessura de Gordura Subcutânea (EGS) e Espessura de Gordura na Picanha (EGP8). Ou seja, se seus animais têm essas características, é uma indicação de que os mesmos podem vir a ter essa chancela.

O Selo Seleção Qualidade de Carne faz parte do grupo de chancelas da Associação composta pelos selos Angus, Angus Gold e Angus Sustentabilidade e visa oferecer ao produtor a oportunidade de selecionar seus animais para produção de carne de alta qualidade desde o início do sistema produtivo.

Consulte aqui a lista de machos que receberam o Selo Seleção Qualidade de Carne.

Consulte aqui a lista de fêmeas que receberam o Selo Seleção Qualidade de Carne.