Angus fará mensuração de geração de metano em reprodutores

A Associação Brasileira de Angus dará início, em 2022, à medida de emissão de metano ruminal de reprodutores da raça. A ideia é começar a gerar dados para que, no futuro, seja possível selecionar animais com menor perda de energia ingerida e que tenham o menor impacto ambiental possível. O teste fará parte da Prova de Eficiência Alimentar 2022 (PEA), tradicional teste realizado anualmente pela associação em parceria com a Embrapa Pecuária Sul, de Bagé (RS). “É algo novo e que se soma à seleção por eficiência alimentar. Estamos convencidos de que a mensuração de metano é mais uma informação essencial para alcançarmos uma pecuária cada dia mais sustentável”, frisou o presidente da Associação Brasileira de Angus, Nivaldo Dzyekanski.

As inscrições para criadores que querem avaliar seus touros quanto à eficiência alimentar e à emissão de metano já estão abertas e vão até 25 de março. Para participar, basta preencher a ficha de inscrição e remeter à Angus por meio do e-mail [email protected] A prova de 2022 será realizada no período de 13 de abril a 27 de julho, podendo ser inscritos animais de sobreano, nascidos entre 15/07/2020 e 15/10/2020, com peso mínimo sugerido de 300 kg e desempenho genético de percentil até 30% para índice final do Programa de Melhoramento de Bovinos de Carne (Promebo). Os touros serão mantidos em regime de confinamento durante a realização do teste, com alimentação à vontade. Durante o mesmo período, os pesquisadores farão a medição do metano.

O gerente de fomento da Angus, Mateus Pivato, informa que o teste é uma excelente opção para propriedades que desejam medir o potencial de seus exemplares e o grau de eficiência alimentar. “Animais que utilizam os alimentos de forma mais eficiente necessitam consumir menos para atingir o mesmo nível de produção e, dessa forma, são mais lucrativos e produzem mais alimentos por unidade de área”, frisou. Além disso, selecionar para eficiência alimentar é algo que precisa ser visto como tendência uma vez que cresce a preocupação dos consumidores quanto à segurança alimentar, bem-estar animal e impactos da agropecuária. Outra vantagem está atrelada à redução de gastos com alimentação, o que atualmente representa o principal custo da atividade pecuária.

O frete dos animais será subsidiado pela Associação Brasileira de Angus. Para participar, será obrigatório apresentar o exame negativo para brucelose e tuberculose dos reprodutores. Também se sugere que os touros sejam enviados com exame andrológico prévio à prova.

O custo das inscrições terá desconto progressivo, conforme tabela abaixo:
Segue a tabela de valores de 2022:

Pagamento à vista/ Parcelado (4X)
1º touro – R$ 2.500,00/ 1º touro – R$ 2.600,00
2º touro – R$ 2.250,00/ 2º touro – R$ 2.350,00
3º touro – R$ 2.000,00/ 3º touro – R$ 2.100,00
4º touro – R$ 1.750,00/ 4º touro – R$ 1.850,00

Crédito: Carolina Jardine

0 comentários on Angus fará mensuração de geração de metano em reprodutores