Angus lança Selo para reprodutores melhoradores de Qualidade de Carne

A Associação Brasileira de Angus deu mais um passo em busca da excelência na seleção de reprodutores para produção de carne premium. É o novo Selo Seleção Qualidade de Carne, certificação que será anexada ao registro de touros e fêmeas superiores em dados de carcaça. O lançamento oficial ocorreu nesta quarta-feira (25/11) na segunda noite da 3ª Jornada Técnica Angus Virtual, que reuniu criadores, inspetores técnicos, estudantes e interessados por pecuária. “O novo crivo representa a chancela da Associação em relação a animais avaliados e que são, geneticamente, capazes de imprimir as características de carne que o mercado busca nas carcaças de seus descendentes”, afirmou o presidente da Associação Brasileira de Angus, Nivaldo Dzyekanski.

Um total de 1.089 animais, sendo 670 machos e 419 fêmeas, foram condecorados com o Selo Seleção Qualidade de Carne e terão a marca fixada ao lado de seus registros genealógicos. A lista com os nomes foi anunciada durante a live e está disponível no site da Associação (angus.org.br/selo-selecao-qualidade-da-carne/). Ao todo, 17.964 exemplares passaram pelo crivo da Angus, onde foram avaliadas as DEPs de ultrassonografia de carcaça geradas pelo Programa de Melhoramento de Bovinos de Carne (Promebo). “É um selo exclusivo para reprodutores, mas que nos permite orientar a seleção para o consumidor final”, frisou o gerente de Fomento da Angus, Mateus Pivato, lembrando dos avanços do programa de fomento à ultrassonografia de carcaça Angus que completa 10 anos em 2021. O médico veterinário explicou que não será feito um ranqueamento dos animais, mas sim uma chancela de todos os reprodutores com avaliações de carcaça que atingirem os pré-requisitos do selo, oferecendo ao pecuarista maior ganho genético para as características.

A gerente nacional do Programa Carne Angus Certificada, Ana Doralina Menezes, destaca que o foco é integrar a cadeia produtiva de forma contínua, buscando atender às demandas cada vez mais exigentes do novo consumidor, e elevar a rentabilidade da pecuária, possibilitando uma maior valorização do produto. “O selo é importante porque faz a ponte entre os elos da cadeia produtiva. Ele sinaliza e valoriza os indivíduos superiores com o objetivo de orientar o criador e, assim, ampliar a oferta de uma matéria-prima ainda mais qualificada e padronizada para o Programa Carne Angus”, completa.

A seleção dos animais que recebem o Selo Seleção Qualidade de Carne considera o grupo de reprodutores que estão entre os 20% melhores para Índice Bioeconômico de Carcaça (IBC) e para Percentagem de Gordura Intramuscular (marmoreio), além de terem DEPs positivas para Área de Olho de Lombo (AOL), Espessura de Gordura Subcutânea (EGS) e Espessura de Gordura na Picanha (EGP8). “Essas são características que colocam os exemplares em um patamar acima para produção de carne de qualidade”, completa Mateus Pivato. Para participar, as propriedades precisam avaliar seus animais no Promebo e realizar as avaliações de carcaça por ultrassonografia.

Compartilhar
0 comentários on Angus lança Selo para reprodutores melhoradores de Qualidade de Carne