Nutrição animal é essencial para produção de carne de qualidade

Combinada a uma boa genética, sanidade e manejo adequado, a nutrição é a alma do negócio na pecuária. A afirmação foi feita pela gerente do Programa Carne Angus Certificada, Ana Doralina Menezes, durante a live promovida pela revista Agrocampo, nesta quarta-feira (24/06). Ao lado da zootecnista e professora da Universidade de Cruz Alta (Unicruz) Daniele Araldi, Ana defendeu a utilização de sistemas de alimentação para produção de carne premium. “Sabemos que para ter qualidade de carne são necessários três pilares: raça, idade dos animais e grau de acabamento. Tendo a raça, o criador precisa ter nutrição para abater exemplares jovens e bem acabados”, reforça.

Segundo a gerente, para que características genéticas, como precocidade, ganho de peso e marmoreio se manifestem, é necessário que exista um sistema de nutrição correto. “Se não, o produtor estará desperdiçando o potencial genético dos animais”, ressalta. Além disso, de acordo com Ana, é possível verificar que, ao longo do tempo, os criadores têm buscado profissionalização nesta área para atingir seus objetivos na produção de carne de qualidade. Para Daniele, os sistemas alimentares têm um peso significativo dentro do custo de produção da carne premium. “Me atrevo a dizer que esse custo gira em 50%, chegando até, nos sistemas mais intensivos, a 80%”, afirma, ressaltando que, hoje, no Rio Grande do Sul e no Brasil, são utilizados cerca de seis sistemas diferentes.

As convidadas discorreram ainda sobre o vazio forrageiro, fenômeno que ocorre geralmente no primeiro semestre do ano com uma oferta menor de pastagens. Este ano, segundo Daniele, o vazio forrageiro teve impacto maior no sistema produtivo, em função da estiagem que atingiu o Sul do país. Para enfrentar essa situação, Ana defendeu a importância da pecuária de precisão, onde o criador tem em mãos os dados que devem ser utilizados para traçar metas viáveis para sua propriedade. “O vazio forrageiro vem muito em cima disso, da falta de informação e planejamento. Se eu não tenho a informação, não vou me preparar para o que vem pela frente”, acrescenta.

Na ocasião, a gerente também falou sobre o crescimento da raça no país, a nova parceria entre Associação Brasileira de Angus e Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) para pesquisa genômica no Brasil e sobre o Selo Angus Sustentabilidade. O debate foi mediado pela jornalista Daniela Lisboa e está disponível no canal no YouTube da revista Agrocampo.

Compartilhar
0 comentários on Nutrição animal é essencial para produção de carne de qualidade