Santa Joana vence Mérito Genético 2019

A Cabanha Santa Joana, de Santa Vitória do Palmar (RS), do criador Ulisses Rodrigues Amaral, é hexacampeã do troféu Mérito Genético, concedido pela Associação Brasileira de Angus. Em cerimônia realizada na noite de quarta-feira (28/08), durante a Expointer, o criador foi agraciado com a honraria que destaca o criatório com maior resultado no ano em melhoramento de rebanho. “É uma satisfação porque reconhece nosso trabalho e mostra que estamos no rumo certo na seleção que estamos promovendo”, frisa o criador, que levou seis das 13 premiações já realizadas.

A história da genética da Santa Joana teve início ainda na década de 50. Mas foi nos anos 80 que Ulisses Amaral passou a atuar na fazenda da família, incluindo avaliações do Promebo e qualificando a seleção do rebanho com base em dados em uma época que os indexadores ainda eram pouco usados na pecuária nacional. “Também fomos pioneiros na avaliação de carcaças e isso nos faz colher esses frutos”.

Além do mérito, também foram entregues durante a solenidade os troféus aos vencedores do Ranking de Criadores e Expositores de 2019. A Fazendas Reunidas Pansul, Fazenda São Marco, de Itapeva (SP), venceu o Ranking Nacional de Criadores e Expositores de argola de 2019. O título de vice-campeão foi para a Casa Branca Agropastoril, do criador Paulo de Castro Marques, de Silvianópolis (MG). Na disputa nacional dos rústicos, quem ficou com o destaque foi a Cabanha Soldera, de Irmãos Soldera Agropecuária, de Panambi (RS). O título de vice-campeão do ranking foi Nacional de Rústicos foi para a Estância Tradição, da Parceria Rotta Assis, de Santa Vitória do Palmar (RS).

Os Irmãos Soldera também venceram na disputa de rústicos do Ranking Estadual do Rio Grande do Sul. Já a Cabanha Recalada, do criador Fábio Ruivo, de Capão do Leão (RS), faturou o título de vice-campeão do ranking estadual de Rústicos do RS. O destaque estadual de argola foi para a Reconquista Agropecuária, do criador José Paulo Dornelles Cairoli, de Alegrete (RS). O título de vice-campeão foi para a Cabanha Tellechea, do criador Sérgio Bastos Tellechea, de Uruguaiana (RS).

O Ranking Nacional de Criadores e Expositores 2019 também agraciou os estados de Santa Catarina, Paraná e São Paulo. Em Santa Catarina, o Campeão do Ranking de Criadores e Expositores de Argola ficou  com a Cabanha Floripana, da criadora Stephany Martins Melo dos Santos, de Urupema (SC). O título de vice-campeão foi para a Fazenda Brasil Florestal, do criador Nivaldo Dzyekanski, de Itaiópolis (SC). No Paraná, o grande destaque foi para a Fazenda Três Meninas, propriedade de Agassiz Linhares Neto, de Cascavel (PR) que sagrou-se Campeão do Ranking de Criadores e Expositores de Argola. A Fazenda Stein, do criador Rogério Francisco Stein, de Nova Laranjeiras (PR), arrematou a conquista do vice-campeonato. Na disputa entre os paulistas, a Fazenda São Marco/Fazendas Reunidas Pansul foi novamente o principal destaque da noite, vencendo o Ranking Estadual de Criadores e Expositores de Argola. Já o título de vice-campeão ficou para a Casa Branca Agropastoril, de Paulo de Castro Marques, Silvianópolis, MG.

Durante a solenidade, o presidente da Associação Brasileira de Angus, Nivaldo Dzyekanski, reforçou seu compromisso em atuar pelo desenvolvimento da raça ao lado dos associados. “A Associação Brasileira de Angus é dos associados, queremos que todas as nossas ações tenham a participação dos criadores. Sem a união entre a diretoria, os associados e os nossos parceiros, a Angus não teria o espaço e a visibilidade que tem hoje”, afirmou.

Angus na Expointer 2019

Neste ano, a programação da Associação Brasileira de Angus  conta com a parceria da Genex, o patrocínio do Banco Sicredi e da empresa AgroBella e apoio da Allflex e da Solução Genética.

Foto: Gabriel Olivera

Compartilhar
0 comentários on Santa Joana vence Mérito Genético 2019