click there for info
все о строительстве покупке по на новой риге
buying ig followers
buy instagram followers likes
instagram like buy
website here buy followers on instragram
pay for likes on instagram
guaranteed approval personal loans for bad credit

Quando a herança determina o futuro

Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

A infância de Otávio Pires Sicco, hoje com 32 anos, já indicava qual seria uma de suas grandes paixões no futuro. Foi nas terras da Estância Jaguarão Chico, localizada em Herval/RS e pertencente à família desde 1822, que ele passou grandes momentos, especialmente ao lado do avô Ernesto Vicente Diegolli Pires. O avô, além de tocar o ciclo de cria, recria e engorda dos animais na fazenda, também era fiscal federal agropecuário. Foi ele o grande responsável por transmitir a Otávio a paixão pela pecuária e pela vida do campo. “Junto com meus primos, passava temporadas de férias em cima do lombo de um cavalo, ajudando meu avô. Dava vermífugo, vacina, fazia de tudo”, conta.

Ainda criança, foi na lida diária de pesagem dos animais que Otávio percebeu o Angus. Era aproximadamente 1995, quando viu que animais de porte menor podiam ter peso muito mais avantajado em relação a outros considerados mais robustos visualmente. Mais tarde foi entender que se tratava de animais bem acabados Angus “ou Polled Angus, como se fala em Herval”, brinca Otávio.

Pode-se dizer que Otávio se “desgarrou” quando optou pela atividade que – via de regra- se distancia de uma vida urbana agitada, marca registrada da rotina de seus pais. A mãe Rose Pires Sicco é enfermeira na cidade, e o pai Luiz Fernando da Silva Sicco, médico. “A família toda ligada à medicina, sofri pressão para também seguir a carreira, mas na hora de marcar a opção, acabei indo na medicina veterinária”, conta ele, que concluiu o curso na UFRGS em 2013.

Os anos de graduação serviram apenas para consolidar a escolha feita lá quando ainda era pequeno. O amor pelo campo estava nas veias. Foi o período em que participou de diversos eventos na condição de estagiário em reprodução no Laboratório de Embriologia e de Biotécnicas de Reprodução da UFRGS. Também carrega no currículo estágios com técnicos da Associação Brasileira de Angus, incluindo o estágio curricular obrigatório em Arapongas/PR, orientado pelo Inspetor Técnico Antônio Francisco Chaves Neto. “A partir daí não parei mais. Era presença certa em muitos eventos da raça Angus, como leilões, exposições e saídas de campo”, afirma.

Com tanta dedicação, ele não poderia deixar passar em branco o processo de seleção para Inspetor Técnico da Angus, aberto em 2015. Aprovado, foi credenciado durante a Expointer 2016. Hoje, com a responsabilidade de cuidar de outros plantéis, Otávio se divide prestando atendimento a criadores do Rio Grande do Sul e do Uruguai. Mas não abandonou a dedicação à pecuária da Jaguarão Chico, herança que determinou o seu futuro. “Depois de formado voltei para administrar a propriedade de minha família”, conta, referindo-se a um plantel de 300 matrizes da propriedade com 1.200 hectares. “Quando se escolhe fazer o que se gosta não é trabalho. É satisfação”, revela Otávio, também pós graduado em Gestão de Negócios pela Faculdade de Tecnologia – Senac Pelotas.

Nome: Otávio Pires Sicco
Idade: 32 anos
Formação: Medicina Veterinária na UFRGS
Natural de: Jaguarão/RS
Região de atuação: Jaguarão, Santa Vitória do Palmar, Pelotas, Herval, Bagé, Arroio Grande, Pedras Altas.
Primeiro contato com a raça Angus: enquanto pesava animais na fazenda da família, em Herval/RS
Há quanto tempo atua junto à Associação Brasileira de Angus: desde 2016
Um rebanho inesquecível: Estância da Tuna, em Jaguarão/RS
Uma receita infalível com carne Angus: Matambre a la leche

Texto: Luciana Radicione

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.
Compartilhar
0 comentários on Quando a herança determina o futuro

Publicar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *