Mato Grosso quer ser referência de carne de qualidade

Mato Grosso trabalha em sistema estadual de rastreabilidade Foto: Olga Silva

Mato Grosso trabalha em sistema estadual de rastreabilidade Foto: Olga Silva

O estado do Mato Grosso não quer mais ser reconhecido apenas como maior rebanho nacional, com suas 29 milhões de cabeças. “Queremos ser lembrados como quem tem o maior rebanho e a melhor carne do país”, pontuou o presidente do Instituto Mato-Grossense da Carne (Imac), Luciano Vacari. Obstinado e inspirado no projeto do Instituto Nacional de Carnes do Uruguai (Inac), o executivo apresentou, durante o 3º Congresso Brasileiro de Angus, o modelo de ação adotado para atingir esse objetivo. Segundo ele, para isso é preciso “subir a régua de qualidade”, o que significa uma padronização de carcaça e, essencialmente, uma padronização de negócio. Com projeção de entrega de 2 milhões de cabeças ao ano, ele garante que a indústria local não precisará focar-se apenas em nichos. Ao todo, o MT conta hoje com 41 frigoríficos de 15 grupos. “Seremos o maior estado confinador do Brasil. Temos produção de grãos compatível e tecnologia à disposição”.
Uma das medidas é apostar no confinamento uma vez que o estado dispõe de oferta de grãos abundante para sustentar o sistema. Outra ação em andamento é a implementação de um Plano Estadual de Rastreabilidade, baseado em garantia total de origem dos animais, inclusive origem indireta. Segundo Vacari, o instituto não reconhece a eficácia do modelo de rastreabilidade nacional regido pelo governo federal. “O modelo foi construído entre a indústria e o produtor para dar essa demonstração de produção sustentável de carne”, frisou, lembrando que, apesar de um grande produtor, mantém grande parte de sua área preservada.

Para receber o selo Padrão Mato Grosso, os cortes deverão a atender questões de rastreabilidade, inscrição de CAR e sustentabilidade. O programa de rastreabilidade do Mato Grosso ainda inclui indicadores zootécnicos, que estão definidos em uma tabela de orientação sobre idade, peso e acabamento. Esses animais receberão o selo premium.

0 comentários on Mato Grosso quer ser referência de carne de qualidade

Post a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.