Qualidade de informação é caminho do sucesso

Criador gaúcho detalhou princípios do trabalho de cabanha tetracampeã Foto: Olga Silva

Criador gaúcho detalhou princípios do trabalho de cabanha tetracampeã Foto: Olga Silva

A qualidade das informações que abastecem um programa de melhoramento genético é essencial para a correta seleção dos animais para escreverão a história de uma cabana de sucesso. A posição foi defendida pelo criador Ulisses Amaral, da Cabanha Santa Joana, propriedade vencedora de quatro edições do prêmio Mérito Genético da Associação Brasileira de Angus. “Não teremos bons resultados se entrarmos com uma informação errada dentro de um programa de melhoramento. É essencial coletar as informações corretas para seguir”, pontuou.
Durante o 3º Congresso Brasileiro de Angus, Amaral contou a história da propriedade que se confunde com a da própria família que, há 70 anos, criar a raça. Durante todo esse tempo, muito se avançou. Em 1988, teve início as ações de melhoramento genético por meio de uso de dados do Promebo. Em 2001, o uso de ultrassom foi agregado. Outro marco importante foi a primeira vitória, em 2007, do troféu Mérito Genético. “É impossível fazer uma seleção com ganho positivo em todas as variáveis. O que importa é, ao longo dos anos, ter uma evolução positiva”, pontuou, lembrando que é preciso buscar animais adaptados à realizada local. E recomendou: a seleção de ventres deve ser iniciada a partir da gordura, uma característica mais destacada entre as fêmeas do que entre os machos.

A relevância da qualidade das informações também foi pontuada pelo canadense Denis Serhienko, que relatou a atuação dos criadores e da Associação Canadenses de Angus. Segundo ele, de modo geral, os pecuaristas precisam se apropriar dos dados disponíveis e usá-los a seu favor para desenvolver a atividade. A criação no Canadá é desenvolvida, em sua maioria, por pequenos produtores, perfazendo um total de 83 mil fazendas. Contudo, 10% dos registros estão nas mãos de nove criadores. Denis Serhienko pontuou o aumento claro pelo interesse por animais Red Angus.

Sobre as potencialidades da pecuária brasileira, especialista canadense garante: “Nos últimos dias, viajei o Brasil de Norte a Sul e saio com a certeza que o Brasil tem mais oportunidade e potencial de fornecer ao mundo um a carne bovina de qualidade a base de pasto e livre de hormônios. Vocês têm mais potencialidades do que qualquer outro lugar do mundo e o Angus é o caminho”.

Especialista destacou características do rebanho Angus Canadense Foto: Olga Silva

Especialista destacou características do rebanho Angus Canadense Foto: Olga Silva

0 comentários on Qualidade de informação é caminho do sucesso

Post a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.