Qualidade, volume e alto peso médio marcam a segunda edição do Concurso de Carcaças Angus Centro-Oeste

IMG_5287

A Agropecuária Maragogipe (Itaquiraí/MS), do pecuarista Wilson Brochman, faturou os prêmios nas duas categorias da segunda edição do Concurso de Carcaças Angus Centro-Oeste – O Show de Qualidade não Para. O abate técnico ocorreu na última sexta-feira (31), na unidade frigorífica do Marfrig, em Bataguassu (MS).

Campeã nos machos em 2013, a Maragogipe desta vez acumulou as premiações também nas fêmeas, apresentando carcaças que evidenciam a evolução do gado Angus no Centro-Oeste. O lote 11, campeão nos machos, apontou uma média de 23,16 arrobas de peso de carcaça e 70% de acabamento uniforme. Já nas fêmeas, a média de peso de carcaça no lote 15, o vencedor, foi de 19,63 arrobas e 100% de acabamento uniforme. Todos os animais abatidos tinham dente de leite.

A Maragogipe ainda conquistou a segunda colocação nos machos, com o lote 13 (17,[email protected] e 70% de acabamento uniforme), à frente do lote 20, de Sandra Maria Massi (18,[email protected] e 72% de acabamento uniforme).

Nas fêmeas, a segunda posição ficou com o lote 6, da Ventura S/A, que terminou com peso médio de 19,39 arrobas e 100% de acabamento uniforme. Na terceira colocação esteve o lote 10, da Colpar Participações – 16,76 arrobas de peso médio e 100% de acabamento uniforme.

“Com médias de idade dos animais abatidos em decrescente, índices fantásticos de peso médio, aproveitamento e acabamento uniforme de gordura nas carcaças e aumento na participação de criadores, está confirmado que o criador de Angus no Centro-Oeste produz animais de qualidade inquestionável que atendem perfeitamente os mais exigentes mercados” comemorou o gerente do Programa Carne Angus Certificada, Fábio Medeiros, ao término das avaliações.

Segundo Medeiros, o número da animais inscritos aumentou em cerca de 30% com relação ao ano passado (1052 em 2014 x 700 em 2013) e o número de pecuaristas participantes também apresentou crescimento importante – foram 19 inscritos nesta edição. “A qualidade que havíamos visto no ano passado, neste mesmo concurso, foi espetacular, acima do esperado. Mas na segunda edição esses índices foram superados”, ressaltou Medeiros.

As premiações aos vencedores foram definidas em parceria entre o Programa Carne Angus Certificada e o Marfrig. Os lotes participantes receberam 2,5% a mais de bonificação no valor da arroba. Já os vencedores receberam 5% de premiação.

Os requisitos para participação no concurso foram os mesmos do Programa Carne Angus Certificada. Participaram animais com no mínimo 50% de sangue Angus, fêmeas ou machos castrados com idade até dois dentes e animais machos inteiros com idade de dente de leite.

Para Reynaldo Salvador, diretor do programa de fomento da Associação Brasileira de Angus, os números divulgados na última edição do levantamento da Associação Brasileira de Inseminação Artificial (Asbia) – que apontam a raça como a que mais vendeu sêmen no País em 2013, com quase 3,4 milhões de doses – reiteram o crescimento da raça para além do Sul do Brasil. “A carne brasileira está mudando sua imagem no exterior, passando de commoditie para um produto de qualidade superior. Com o crescimento da demanda interna e possibilidade de aberturas de mercados externos para nossa carne de qualidade, o produtor tem valorizado cada vez mais a genética Angus”, explica Salvador.

O sucesso do creep-feeding – Wilson Brochman, proprietário da Maragogipe, é direto ao apontar o principal fator responsável pelo sucesso de sua propriedade no Concurso de Carcaças: “isso se deve ao nosso sistema de creep-feeding”, ressalta o pecuarista.

Técnica inovadora na pecuária brasileira, o creep-feeding se baseia na suplementação de bezerros, utilizada para acelerar o ganho de peso até o desmame, visando à produção de novilhos superprecoces. “Os bezerros vão direto da desmama para a terminação. Hoje estamos abatendo novilhos com 12, 13 meses e na casa das 20 arrobas. A meta para as próximas safras é reduzir este período para 11, ou até 10 meses de idade, produzindo, assim, uma carne cada vez mais macia”, salienta o criador, que atualmente abate 2,5 mil cabeças de gado Angus por ano.

Mais informações sobre o ‘II Concurso de Carcaças Angus Centro-Oeste – O Show de Qualidade não para’ e o Programa Carne Angus Certificada podem ser obtidas pelo telefone (51) 3328-9122, pelo e-mail [email protected] ou no site www.carneangus.org.br.

0 comentários on Qualidade, volume e alto peso médio marcam a segunda edição do Concurso de Carcaças Angus Centro-Oeste

Post a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *