EUA: preço da carne bovina está forçando McDonald’s a mudar seu cardápio

O aumento dos preços da carne bovina, resultantes da redução no tamanho dos rebanhos nos Estados Unidos, está forçando a gigante do setor de fast food a ajustar o valor de seu cardápio, aumentando o preço de vários produtos que custavam um dólar, com alguns deles chegando a US$ 5. A marca ainda oferecerá itens de um dólar ou menos, mas um novo cardápio será lançado em 4 de novembro com o reajuste de preços de vários itens.

Os preços da carne bovina aumentaram no mês passado, alcançando US$ 200 novamente, após quebrar essa marca de preços em maio. Anos consecutivos de seca deterioraram as pastagens, aumentaram os custos dos alimentos animais e forçaram os produtores a liquidar seus rebanhos.

Com menos bovinos disponíveis e a demanda estável, os preços da carne bovina aumentaram, apresentando aos restaurantes um desafio para absorver os maiores custos dos alimentos em uma economia fraca.

A mudança no cardápio deverá permitir que as franquias melhorem suas margens de lucros, que vem passando por dificuldade à medida que a companhia evitava repassar os maiores preços da carne bovina aos consumidores. O mercado competitivo e a lenta recuperação econômica deverão limitar os lucros do McDonald’s nos três últimos meses do ano.

Compartilhar
0 comentários on EUA: preço da carne bovina está forçando McDonald’s a mudar seu cardápio

Publicar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *