VII Concurso de Carcaças finaliza com produtos padronizados, uniformes e de qualidade

Foram aproximadamente 600 animais Angus e cruza Angus, divididos em 24 lotes de propriedades do Rio Grande do Sul, inscritos para o VII Concurso de Carcaça Angus, que aconteceu no último final de semana em São Gabriel. O abate técnico e julgamento classificatório das carcaças aconteceu na unidade frigorífica do Grupo Marfrig do município, e contou com o apoio de seis certificadores da Associação Brasileira de Angus, que estiveram presentes para tipificar as carcaças e atender os produtores presentes na indústria.

Além de mostrar o potencial da raça Angus para produção de carne de qualidade, “o concurso de carcaça teve também como objetivo levar o produtor até a indústria para que ele pudesse ver in loco como a certificação é conduzida na prática. É uma grande oportunidade de entender o processo de certificação e trocar experiências com os demais participantes”, explica Fábio Medeiros, gerente do Programa Carne Angus Certificada.

Na categoria Angus Definido, o campeão da sétima edição do concurso foi o lote do pecuarista Juliano Leon, da Estância Pedra Só (Pedro Osório – RS), que inscreveu 22 animais Angus definidos, todos com dente de leite, que participou pela primeira vez do evento. “Meu sistema de criação é voltado a produção de animais precoces e pesados, devido a alta qualidade da carcaça. A conquista deste prêmio prova que o trabalho que desempenhamos há mais de 50 anos está no caminho certo”, disse Leon, lembrando que seu lote teve peso médio de 295,37kg, com rendimento de 55,7% do animal.

O reservado de campeão foi o lote do pecuarista Joaquim Francisco B. Assumpção Mello, representado pelo filho Daniel Mello, da Estância Santa Eulália (Pelotas – RS), que teve peso médio de 289,96kg. “Para o evento selecionamos os animais que apresentavam potencial de alta produção de carne. Acompanhando os abates percebi que nosso manejo está correto, pois os lotes estavam muito uniformes. Ganhar este prêmio sinaliza que estamos com seleção correta, manejo adequado, boa terminação e sanidade ideal”, explicou Daniel. E o 3º melhor lote foi da Agropecuária Correa Osório – Cabanha Paipasso Red (Santana do Livramento – RS), com peso médio de 284,79kg.

O Campeão da categoria Cruza Angus foi o pecuarista Sergio Souza Fernandes, da Estância Santa Maria, de Pedras Altas (RS), que participou com um lote de 22 machos que ficaram com 284,08 kg de média e rendimento de 56,6%. O reservado de Campeão na categoria cruza Angus foi o lote de 22 machos da Agropecuária Correa Osório – Cabanha Paipasso Red (Santana do Livramento – RS), com média de 282,24kg por animal.

Já o 3º melhor lote foi do pecuarista Stefano Scaglioni Marini, da Agropecuária Marini (Arroio Grande – RS), que participou, também, pela primeira vez do concurso. “Acompanhei do primeiro ao último lote de abates, gostei muito do que vi. Essa minha primeira experiência no concurso serviu para eu ter ideia do nível genético do plantel dos meus companheiros e dar conta do potencial da raça no estado”, falou Marini, que teve nos 22 animais inscritos peso médio de 256,25kg.

Medeiros afirma que o concurso e suas diversas edições mostram a evolução dos conceitos e dos sistemas de criação gaúcho. “As atividades do VII Concurso de Carcaças demonstraram o potencial da raça Angus para produção de carne de qualidade, valorizou o trabalho dos produtores do Programa Carne Angus, e, principalmente, integrou produtores e indústria, proporcionando a troca de experiência entre os elos da cadeia produtiva da carne”.

Compartilhar
0 comentários on VII Concurso de Carcaças finaliza com produtos padronizados, uniformes e de qualidade

Publicar Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *