Robe De Mariée Balklänning

História de amor na Campanha

02/01/2018 16:250 comentáriosVisto: 309
faibiio
Bagé (RS), conhecida pela alcunha de “Rainha da Fronteira”, fica a 378 quilômetros da capital gaúcha, Porto Alegre. A região, por sua geografia, influencia muito na criação de gado e no trabalho no campo. Mas a história também é um forte elemento enraizado na cultura do local, e acaba mantendo a paixão pelo campo por gerações. Fábio da Silva Azeredo, de 39 anos, é um agente desse processo.
Quando criança, junto com o pai Tasso Paulo Azeredo, já falecido, e a mãe Sônia Maria da Silva Azeredo, de 67 anos, Fábio frequentava a propriedade da família, a Estância da Guarda, na cidade de Pedras Altas (RS), onde, segundo ele, pegou gosto pelo campo. Durante muito tempo, Azeredo fez essa viagem semanal entre sua cidade natal e a estância. “O momento mais aguardado do ano era nas férias, quando a gente podia ficar um bom tempo por lá”, lembra.
O colégio em Bagé era visto por Fábio apenas como um compromisso rápido a ser cumprido, já que a intenção dele era viver junto dos animais do campo. Lá, na Rainha da Fronteira, Azeredo ficou até concluir o ensino médio. Mais tarde, com o término da escola, partiu para o ensino superior na cidade de Pelotas (RS), onde cursou medicina veterinária na Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Na graduação, se aproximou das áreas que mais o interessava, como reprodução, criação e pastagem.
Posteriormente, quando formado, Fábio começou a trabalhar com reprodução bovina. Ainda em 2009, realizando um serviço com José Nei Corrêa Severo, de 37 anos, encontrou Luiz Walter Leal Ribeiro, de 55 anos, que o avisou sobre o processo de seleção para inspetor técnico da Angus. Para Azeredo, a conclusão do processo seletivo foi em 2010, quando ele começou a trabalhar na região de Pelotas. Hoje, oito anos depois, os três que estavam nesse encontro trabalham juntos como inspetores técnicos da Angus. “Participar desse processo com tanta gente boa é uma satisfação”, afirma.
Atualmente, Fábio é casado com a também médica veterinária Fernanda Nogueira Kuhl, de 34 anos, que já trabalhou na Associação Brasileira de Angus, no Programa Carne Angus Certificada. O fruto desse relacionamento foi uma filha, Manuela Kuhl Azeredo, com um ano de idade. Para não perder as raízes do campo, aos dois meses de idade, a menina já estava visitando a Estância da Guarda, com o apoio do pai. Para Fábio, seria um sonho a filha seguir os passos da família. “Vai partir dela seguir ou não, mas estaremos ao lado dela para as decisões”, afirma orgulhoso o técnico que nunca abandonou a região onde a sua história foi construída.
Formação: Medicina Veterinária na UFPel
Natural de: Bagé (RS)
Região de Atuação: Região da Campanha e Litoral Sul do Rio Grande do Sul
Qual foi a primeira vez que ouviu falar na raça Angus: Na infância, na fazenda da família
Há quanto tempo atua junto à Associação Brasileira de Angus: Desde 2010
Uma receita infalível com carne Angus: Costela em tiras
Um rebanho inesquecível: TE Mania (Nova Zelândia e Austrália) e o da Estância da Guarda, do seu pai, que criou três filhos e segue sendo sustento da família
Texto: Felipe Lopes

Deixe um comentário


Balklänning weddingdressonline Robe De Mariée Balklänning