Robe De Mariée Balklänning

Guarita e Soldera vencem o Ranking Angus 2017

21/11/2017 15:450 comentáriosVisto: 217
Julgamento de reprodutores Angus na Expointer 2017. Foto: Gabriel Olivera

Julgamento de reprodutores Angus na Expointer 2017. Foto: Gabriel Olivera

A Estância da Guarita, do criador Sérgio Malheiros da Fonseca, foi a grande vencedora do Ranking Nacional de Expositores e de Criadores da Raça Angus de 2017 entre os animais de argola. A Cabanha, situada em Alegrete (RS) e que já havia vencido o Ranking Nacional de Expositores em 2016, vinha em uma disputa acirrada com a Fazendas Reunidas Pansul, Fazenda São Marco, de Itapeva (SP), que finalizou o ranking como vice campeã nacional de Expositores de Argola. Já no Ranking de Criadores de Argola, o vice-campeão foi o criador Roberto Soares Beck, da Estância do Espinilho, de Cruz Alta (RS).
Entre os rústicos, a grande vencedora do Ranking Nacional foi a Cabanha Soldera, dos Irmãos Soldera, de Panambi (RS), que recebe a premiação de forma inédita. Como vice-campeã do Ranking Nacional de Rústicos ficou a Estância Tradição, da Parceria Rotta Assis, de Santa Vitória do Palmar.
A premiação é uma promoção da Associação Brasileira de Angus que destaca o trabalho apresentado pelos criatórios em exposições ao longo de 2017, em diferentes regiões do país, e que, além de estimular uma saudável competitividade, busca fomentar um maior número de criadores participantes de exposições. Segundo o presidente da Angus, José Roberto Pires Weber, é um reconhecimento importante para as cabanhas uma vez que coroa anos de esforço em aperfeiçoar a genética apresentada. “Sinaliza que estamos no caminho certo e que a genética desenvolvida teve a chancela de diferentes jurados em exposições Brasil afora”, ressaltou. Os troféus aos premiados serão  entregues durante celebração de fim de ano a ser realizada no dia 14 de dezembro na Associação Leopoldina Juvenil, em Porto Alegre. Na ocasião, será conhecido o vencedor do Mérito Genético 2017, prêmio concedido ao criatório destaque em melhoramento genético.
Estados também têm seus campeões 
Além do ranking nacional, a Associação Brasileira de Angus também promove disputas estaduais, que buscam fomentar a participação e promoção de exposições regionais. No Rio Grande do Sul, a vitória dos animais de elite repetiu o desempenho do ranking nacional com vitória da Estância da Guarita, do criador Sérgio Malheiros da Fonseca, de Alegrete (RS), seguida pelo criador Roberto Soares Beck, da Estância do Espinilho, de Cruz Alta (RS) no Ranking de Expositores e Criadores de Argola. Nos rústicos, a premiação máxima ficou com a Cabanha Soldera, dos Irmãos Soldera, de Panambi, seguida da Parceria Rotta Assis, da Estância Tradição, de Santa Vitória do Palmar.
Em Santa Catarina, o destaque do ranking estadual de expositores e de criadores de argola foi para a propriedade 3 Marias Agropecuária, do criador Dorival Carlos Borga, de Videira (SC). A vice-campeã é a Fazenda Renascença, de Nelson Serpa, de Campos Novos (SC). Nos rústicos, destaque para a Cabanha Floripana, de Urupema (SC), de Stephany Martins Melo dos Santos. Na segunda colocação ficou a Fazenda São Raimundo, de Francisco Antônio Mendes,  de Água Doce (SC)
No Paraná, a Estância Ponche Verde, de José Filippon, de Guaraniaçu, venceu o ranking estadual de criadores de argola, seguida pela Fazenda Stein, de Rogério Francisco Stein, de Nova Laranjeiras, que ficou como vice campeão de Criadores. Já no Ranking de Expositores a ordem inverteu, ficando como Campeão do Ranking de Expositores do Paraná Rogério Stein, proprietário da Fazendas Stein, e vice campeão o criador José Filippon, da Estância Ponche Verde, que também sagrou-se Campeão do Ranking de Rústicos do Paraná, seguido por Rogério Stein, que ficou como vice campeão de rústicos daquele estado.
Em São Paulo, a premiação de campeão do Ranking de Criadores de Argola ficou com a Casa Branca Agropastoril, de Fama (MG), do criador Paulo de Castro Marques, que também foi premiada como vice campeã do Ranking de Expositores de Argola em São Paulo. Já a Fazendas Reunidas Pansul, Fazenda São Marco, de Itapeva foi a campeã do Ranking de Expositores de Argola de São Paulo. A Agropecuária Fumaça, de Paranapanema, foi a vice campeã do Ranking de Criadores de Argola de São Paulo.
Mais prêmios
Durante o evento em Porto Alegre, a Associação Brasileira de Angus ainda entregará outras distinções a cabanhas que se destacaram ao longo do ano.  Entre elas, a premiação de ranking de mãe que vai para o animal Quimera Q116 da Corticeira, do criador Luís Anselmo Cassol, da Cabanha da Corticeira, de São Borja (RS). O ranking de pai do ano ficou com Três Marias 8155 Candelero, touro cujo sêmen está em comercialização no Brasil pela Solução Genética. Já o Prêmio José Collares, que inclui apenas o ranking de pais com genética nacional, vai para o touro Rincon Penetra 1642 Del Sarandy, da Cabanha Rincón del Sarandy, de Uruguaiana (RS).
Entre as premiações, também será entregue a distinção à melhor fêmea de argola do ano para Espinilho TEI 195, de Roberto Soares Beck, da Estância do Espinilho, de Cruz Alta. O melhor macho é Angus Guarita 244 TEI Cumbierito Zorzal, de Sérgio Malheiros da Fonseca, da Estância da Guarita. Entre os exemplares rústicos, a melhor fêmea de 2017 é Soldera 5055 CINCH, dos Irmãos Soldera Agropecuária, da Cabanha Soldera, de Panambi. Nos machos, mereceu a distinção o touro Tradição T68, da Parceria Rotta Assis, de Santa Vitória do Palmar. E o prêmio Mérito de Registro Nacional, que destaca o touro nacional com o maior número de filhos registrados na geração/ano anterior (2016) que foi para o animal Cia Azul 1118 F. Answer Zorzal (WOLF) de propriedade de João Francisco Bade Wolf, da Cabanha dos Tapes, em Tapes (RS).

Deixe um comentário


Balklänning weddingdressonline Robe De Mariée Balklänning