Robe De Mariée Balklänning

Duas décadas de vida na ponta do lápis

19/06/2017 8:430 comentáriosVisto: 85

GUAZZELLI

Os criadores da região dos Campos de Cima da Serra sabem que têm em quem confiar. A trajetória de mais de duas décadas do médico veterinário Ivan Pedro Verdi Guazzelli na Associação Brasileira de Angus está toda documentada. Com muito zelo, em seu caderno pessoal, descreve detalhadamente cada animal registrado por ele. Aos 63 anos, o inspetor técnico carrega no peito a paixão pela raça herdada de família. Nascido em Vacaria (RS), desde pequeno teve contato com os animais da raça Angus, na Fazenda do Sobradinho, antiga propriedade do avô, Samuel Guazzelli, instalada no mesmo município. Foi assim que, nos seus tempos de guri, Guazzelli foi criando amor pelo campo.

Em meados dos anos 70, fez as malas em direção à Porto Alegre (RS), onde fixou morada. Em 1976, escolheu a Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) para entender a profissão que tanto aprecia e admira. Durante o curso, começou a estagiar na Secretaria Estadual da Agricultura. Formou-se em Medicina Veterinária, em 1980, e fez carreira de inspetor técnico na área de Fomento e Melhoramento de Produção Animal na Secretaria durante oito anos, período em que “foi pegando gosto pela coisa”.

A identificação com a raça surgiu de forma paralela à atividade profissional, na propriedade familiar, quando o pai, João Theodoro Guazzelli, implantou o regime semi-intensivo, no início dos anos 80, na Fazenda do Guacho, em Vacaria. Os animais cruza-Angus logo ganharam peso, e Guazzelli notou o diferencial da raça. “Eu percebi que ela tinha alto desempenho genético e dali veio a paixão”, conta. Atualmente, a família possui rebanho de 70 Angus PO.

Já conhecido na área da pecuária, atuou na Associação Nacional de Criadores (ANC). Na década de 90, foi convidado pelos criadores de Angus para trabalhar na Associação. Aceitou o convite para ser inspetor técnico da entidade em 1994. Guazzelli até já perdeu as contas de quantos animais já credenciou. O inspetor guarda os registros para ajudar, se necessário, aqueles que precisam das informações. “Sei que, muitas vezes, o criador passa por situações difíceis. Essa é a minha garantia de ter todo o serviço documentado”, lembra.

O campo não foi o mesmo caminho trilhado pelos filhos de Guazzelli. Há 31 anos, nasceu a primeira filha Carolina. Dois anos depois, chegou Eduardo, hoje com 29. O caçula trabalha na área de gastronomia, como chef de cozinha, e a mais velha na área da saúde, como terapeuta ocupacional. Ambos moram em Balneário Camboriú (SC). “Eles gostam do campo, mas decidiram seguir outras áreas”, afirma. Há quatro anos, Ivan compartilha suas experiências e vivências com a esposa Márcia Ghedini, de 42 anos, que é costureira.

Para Guazzelli, o retorno financeiro do ofício não é prioridade quando se faz o que gosta. “Atender bem e conversar com as pessoas”, revela Guazzelli sobre a sua sistemática de trabalho. O técnico diz que pretende se aposentar na Angus, mas sentencia que não é um plano a curto prazo: “Enquanto puder trabalhar, vou ficar”.

Formação: Medicina Veterinária na Ufrgs
Natural de: Vacaria (RS)
Região de atuação: Vacaria, Bom Jesus, Campestre da Serra, São Francisco de Paula, Muitos Capões (RS)
Qual foi a primeira vez que ouviu falar na raça Angus: Quando era criança, pois o vô criava Angus
Há quanto tempo atua junto à Associação Brasileira de Angus: 23 anos
Uma receita infalível com carne Angus: Costela em tiras assada na brasa
Um rebanho inesquecível: Cabanha Condessa de Mostardas (RS)

Texto: Vitorya Paulo

Deixe um comentário


Balklänning weddingdressonline Robe De Mariée Balklänning